Taxa nas Bebidas Alcoólicas para Políticos

Tanto se tem falado na questão da pirataria, tentemos extrapolar esta questão para outros meios, e imaginar uma situação.

Um tipo chega ao stand da conceituada marca de cutelaria ICEL (portuguesa porque devemos promover o que é nosso), e pergunta o preço de uma magnifica faca de Chef.

– Vinte euros é quanto ela custa antes de impostos meu caro. – Responde o vendedor.

– Bem então como o IVA está bem caro, nos seus 23%, lá terei de gastar quase 30 euros certo.

– Não só, infelizmente como esta faca pode ser usada para fazer um prato do Chef João Avillez, uma cara deputada do PS propôs uma lei para enviar ao Chef dez cêntimos por cada unidade vendida…

– Mas isso não faz sentido nenhum! – Replica indignado o nosso caro consumidor.

– E ainda terá de pagar mais dez cêntimos, pois com esta faca também pode cortar corda, e depois disso dar um nó de marinheiro. Logo segundo outra lei terá de lhes pagar também esse valor em impostos.

– O quê? Mas está tudo doido!

– Ah! Por falar em doidos, houve um doido que matou um Periquito de uma espécie protegida com uma faca, logo a nossa deputada do PS fez passar uma lei que promove uma taxa de um euro para a preservação das especies de periquito protegida na compra de uma faca.

Ridículo? Claramente, mas é isto que querem fazer com a lei da deputada, e ex-ministra do PS, Gabriela Canavilhas, com as tecnologias. Basicamente todo e qualquer dispositivo com memória informática, sim desde um CD até ao rádio do seu carro se for um dos novos modelos com memória interna, terá de pagar uma taxa à Sociedade Portuguesa de Autores. Porque? Porque se tem memória talvez possa pensar em piratear algum conteúdo criado que possa ter sido feito por algum artista que faça parte da Sociedade Portuguesa de Autores…

Sinceramente, achava mais justo uma taxa nos fósforos e isqueiros destinada para os bombeiros para a prevenção de incêndios, visto sem dúvida que eles podem ser usados para tal fim. Ou então uma taxa nas bebidas alcoólicas para financiar as bebedeiras de alguns políticos. Sim, porque com medidas destas, provavelmente foram influenciados por alguma bebida bem forte…

Um comentário sobre “Taxa nas Bebidas Alcoólicas para Políticos

  1. Não pá, as bebidas alcoólicas não podem ser subidas. O povo tem de se manter sedado como deve ser para esquecer o como está a ser lixado com “F” grande. E nada como culpar o governo anterior caçando as novas tecnologias.

    Agora sem brincadeiras, acho que isto é apenas poeira para os olhos, algo para que o pessoal jovem e inteligente se distraia e não ligue às verdadeiras mudanças no país. No final de contas, isto não importará.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: