iPad vs Kindle

Que dispositivo usar para ler? Kindle, Ipad, Android, Kobo?

Com o aumento da leitura em formato digital passa a ser relevante o dispositivo onde se lê. Mas qual a opção a tomar na altura de comprar um destes dispositivos? Qual é a escolha ideal para cada pessoa?

Tradicionalmente começa-se por ler no computador, mas a pouco e pouco revela-se pouco prático. Mesmo um portátil não é assim tão fácil de transportar. E pior do que o transportar é estar com ele numa posição realmente confortável enquanto se lê.

Os meios em que o formato de leitura digital está a ganhar mais aderentes são tablets (Android e iPad) e os leitores dedicados (Kindle, Kobo, etc.).

Vantagens leitor dedicado:

  • Bateria. Uma bateria de um leitor dedicado dura em média um mês. Um tablet quando chega a uma semana é uma vitória.
  • Preço. Um leitor dedicado tende a ter um preço bem mais baixo que um tablet.
  • Leitura no exterior. Consegue ler-se facilmente ao sol. Em tablets apenas os de gama alta o conseguem fazer, e mesmo assim com piores resultados.
  • Cansaço. Como não são retro-iluminados, como os tablets, cansam muito menos a vista. Basicamente são como ler um livro, e não como ler num computador.
  • Concentração. Ao não terem jogos, leitores de emails, e afins, fica-se focado na sua única real função: ler.
  • Peso. Para o mesmo tamanho de ecrã um leitor dedicado é mais leve que um tablet.

Vantagens tablet:

  • Funcionalidades. Além de ler, num tablet pode ir ao seu email, usufruir na totalidade da Internet, trabalhar e até jogar.
  • Cores. Ao contrário dos ecrãs dos leitores dedicados, aqui poderão ter ecrãs a cores de qualidade que vai desde o aceitável, a magnifica (melhores que os próprios computadores.
  • Formatos. Com a facilidade em instalar aplicações de origem variada, poderá ler virtualmente qualquer formato. Nos leitores dedicados poderá conseguir algo semelhante com conversores, mas implicará sempre uma acção de conversão antes de passar para o dispositivo.

Conclusão

Se gosta de ler bastante, sem cansar a vista, e de poder levar o seu dispositivo para a esplanada ou praia, o leitor dedicado é a compra a fazer. Também poderá ser a opção em orçamentos limitados, visto ser mais barato.

Por outro lado se quer ler apenas de vez em quando, e não no exterior, e ter um aparelho multi facetado, um tablet é a opção a tomar. De notar que os tablets mais baratos (preço abaixo de 100€ +-) tendem a ser um péssimo investimento. A qualidade na sua maioria deixa muito a desejar, e acaba por ser dinheiro deitado ao lixo.

Se for alguém que goste de todas as vertentes, e desde que tenha orçamento para isso, considere em fazer a compra de ambos… Não são dispositivos mutuamente exclusivos, e podem até ser complementares.

AMAZON

Amazon UK acaba com envio gratuito para PT, Alternativas e Problemas

A Amazon UK,  onde e eu e tantos portugueses somos fieis compradores, acabou com os envios gratuitos para Portugal. Foi assim, de forma crua e rápida que soubemos desta má novidade.

Posso dizer que já comprei um pouco de tudo nesta loja. A maioria das compras foram claramente DVD’s e livros, mas de resto, até brinquedos para a minha cadela já vieram dali.

Existem alternativas, das quais eu sou cliente até, como o Play (www.play.com), que manterá o envio gratuito para Portugal.

Mas compensa sempre usar as alternativas?

Vamos tomar como exemplo a caixa de DVD’s das primeiras três temporadas de Game of Thrones. Esta caixa de 15 DVD’s está disponível tanto na Amazon UK como no Play. Sendo que no segundo caso está com envio gratuito para Portugal.

Neste caso será melhor comprar no Play certo?

Vamos fazer as contas. No Play.com o custo da caixa são 62.94€. Preço directo e final. Basta pagar esse valor e é nosso. Na Amazon UK por seu lado, teremos de pagar as £44.97 (54.21€ ao cambio de hoje) e ainda lhe somar os gastos de envio. A questão aqui é, quanto fica com estes gastos de envio? 61.66€.

Apesar de termos de pagar à parte o envio, continua mais barato comprar na Amazon UK. Claro que existem produtos que compensarão comprar no Play, por isso continuarei cliente de ambos. Vai dar ligeiramente mais trabalho a fazer as contas, mas o mundo continua a girar.

Em ambos os casos existe no entanto uma verdade. Fica bem mais barato do que comprar em Portugal.

Para livros há ainda o Book Depository por exemplo. Para séries e jogos temos o Zavvi também. Agora teremos é de fazer mais contas.

ler digital

Vantagens de ler em formato digital?

Ler é uma fonte de evolução pessoal. Ler também é uma forma de lazer. Mas será que o formato onde se lê é relevante?

Desde a invenção da imprensa os livros impressos têm sido a forma primordial de leitura. Um livro impresso é algo facilmente transportável, de fácil maneio, e normalmente até bastante agradável à vista.

No entanto nos últimos anos, e com as evoluções tecnológicas, começaram a aparecer com muita força os livros em formato digital (ebooks).

Que vantagens existem nesta forma de ler?

  1. Não ocupam espaço físico. Logo não necessitam de um grande espaço para arrumar as centenas, ou milhares de livros, que possui.
  2. Podem ser transportados facilmente. Basicamente toda a biblioteca pode andar atrás com uma pessoa no bolso ou mala.
  3. Não se degradam com o tempo. Um livro em formato digital é informação pura. Esta não se vai deteriorando com o manuseamento ou com o tempo.
  4. Basta ter uma ligação à Internet para ter um novo livro. As lojas estão abertas 24 horas por dia, sete dias por semana.
  5. Os stocks das lojas de ebooks são ilimitados. Nunca existe um livro que está temporariamente esgotado.
  6. São mais baratos. Claro que algumas editoras, especialmente nacionais, tendem a abusar e não baixar o preço.
  7. Existem milhares de livros gratuitos, e de forma legal, online. Qualquer texto que já tenha expirado os direitos de autor, poderá ser utilizado sem custos. Em formato físico, tem de se pagar sempre a impressão do mesmo.
  8. Possibilidade de alterar tipos de letra, tamanho e espaçamento. Não se tem de cingir às escolhas do editor caso não sejam ao gosto do leitor.
  9. Contêm normalmente dicionários, e mesmo enciclopédias, incluídas nos dispositivos. Útil tanto para descobrir algo mais sobre um local como para saber o significado de uma palavra estrangeira.
  10. Pode pesquisar-se uma palavra directamente. Basta digitar a mesma, e aparece todas as suas ocorrências. Isto é especialmente útil em livros técnicos, ou outros de não-ficção.
  11. Grande facilidade em tomar notas, e sublinhados, que depois são automaticamente agrupados.
  12. São discretos. Quem nunca viu alguém no metro a ler um livro forrado com um qualquer papel? Com esta forma o que está a ler fica apenas para si.
  13. Nenhuma árvore será abatida para a sua produção. Nem tinta será gasta na impressão do livro.

Mas existem vantagens na forma tradicional de ler!

  1. Um livro em formato digital não é passível de empréstimos. Mas até isso muita gente não verá como desvantagem.
  2. Também não serve como objecto decorativo. Em revistas como o Circulo de Leitores os livros até vinham com as suas dimensões para quem quisesse fazer estantes bonitas.
  3.  Não têm valor para coleccionismo. Um livro em formato digital terá sempre o seu valor mais ou menos constante. Até tenderá mais a perder valor. Uma boa edição em papel de uma boa obra, é sempre um objecto de valor.
  4. Um leitor de ebooks (dedicado ou não) pode ficar sem bateria. O livro estará sempre pronto a ser lido.
  5. Não têm cheiro a papel. Para mim não é importante, mas muita gente tem prazer no manusear um livro e sentir o seu cheiro.
  6. Se se estragar um livro, como por exemplo nas mãos de uma criança, apenas se estraga esse livro. Num livro digital estraga-se o dispositivo que se estava a usar para a leitura. E isto tanto pode ser um leitor dedicado de cinquenta euros, como um portátil topo de gama de dois mil….

Com tudo isto, entre prós e contras, a verdade é que cada vez mais leio em formato digital. Continuo a gostar muito do livro como objecto físico, até por muita da minha família ter feito da sua vida profissional a sua criação, mas a vertente prática dos ebooks tem-me conquistado. Claro que um livro que goste realmente muito, será sempre uma compra a fazer. Já não será o primeiro livro que terei em mais que um formato.

Sá Carneiro e Snu Abecasis

Grandes Frases XVI – Francisco Sá Carneiro

“Não há futuro económico e social possível quando o problema principal não é o excesso de consumo privado, com o que nos querem convencer, mas o excesso de consumo público, a monstruosidade das despesas públicas.”

Francisco Sá Carneiro

P.J. PROUDHON

Grandes Frases XV – P.J. Proudhon

Ironia, verdadeira liberdade! És tu que me livras da ambição do poder, da escravidão dos partidos, da veneração da rotina, do pedantismo das sciencias, da admiração das grandes personagens, das mystificações da politica, do fanatismo dos reformadores, da superstição d’este grande universo, e da adoração de mim mesmo.

P.J. Proudhon

A ortografia usada segue as normas pré-reforma republicana, visto ter usado uma tradução de Eça de Queiroz nas Farpas.

Opiniões de Bruno Jacinto

%d bloggers like this: