Quem já aprendeu a programar conhece bem esta mítica frase, com que normalmente se faz o primeiro teste para o ecrã de qualquer programa. E é desta forma que inicio mais uma aventura pela “blogosfera”, desta feita virando-me mais para dentro, para perto de casa, e para as coisas mais pessoais.

O nome escolhido foi o da autoestrada que liga as duas terras onde posso colocar 99% da minha vida até hoje. Nasci em Lisboa, mas fui criado em Mafra, e sempre me senti bem aqui. Cresci muito como pessoa em Mafra, mas se calhar grande parte das minhas maiores descobertas como Homem já foram feitas em Lisboa, desde que passo tanto tempo lá como em Mafra, nestes últimos seis anos. Sei também que provavelmente aparecerá um engraçadinho a corrigir-me que a A21 não faz a ligação Mafra-Lisboa, mas sim a Mafra-Malveira, e posteriormente a A8 faz o resto do percurso. Mas por uma questão de gosto, e porque posso, resolvi deixar com este nome.

Não faço grande ideia de qual vai ser a cadência de mensagens que irei colocar aqui, mas neste momento penso que seja relativamente alto. Quanto a isso no entanto, só o tempo o dirá. Por agora fica um bem haja a todos os que quiserem ler as opiniões de um saloio convicto de em Mafra pode faltar muita coisa, menos beleza e potencial.

2 COMENTÁRIOS

  1. [engraçadinho]
    Epah mas tu não sabes que a autoestrada A21 só liga á Malveira e daí até Lisboa é a A8?
    [/engraçadinho]

    JK 😛 Boa sorte para este novo projecto 😉

    PS: continuo a achar que isto tem demasiado verde 🙄

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.