Hoje é dia do Pai, e como tal um bom dia para falar de um Pai que para mim é o melhor Pai da blogosfera nesta momento.  

João Miguel Tavares, conhecido jornalista e comentador, em conjunto com a sua mulher Teresa Mendonça, criou o Blog Pais de Quatro em Setembro de 2012 e desde aí que sigo as lides desta família.  

Uma família dinâmica, divertida, jovem e  grande. Sim nos tempos em que os filhos únicos abundam (e muito mal fazem…) ter quatro filhos, e mais que isso criá-los, é realmente uma tarefa para uma grande família.  

Tanto ele como a sua esposa Teresa falam de vários assuntos da vida quotidiana do casal, e da família, e até se queixam um do outro, em apontamentos sempre divertidos e carregados de humor, mas também de muito carinho.  

 Mas o que me faz olhar para ele como um grande Pai, e um grande Pai nos dias que correm, é que não é apenas um Pai. Vivemos num mundo muito dual, e acabo por ver demasiados pais que são pais a cem por cento, dedicando todo o tempo da sua vida aos filhos, passando a viver em exclusividade através deles. Temos depois os outros, que acham que colocando dinheiro suficiente à disposição dos filhos, seja directamente seja em colégios de topo e prendas perfeitas, se tornam automaticamente bons pais, estando a parte humana automaticamente compensada.  

Depois como sabe ser um Pai babado, sem o ser. Em vez de andar constantemente a elogiar o que os filhos fazem, e a meter fotos com legendas “o bebé mais bonito” do mundo, mostra cenas e atitudes do quotidiano que nos fazem pensar, e acreditar que realmente está a fazer o melhor por formar excelentes seres humanos. Os textos em que ele revela um enorme carinho pela forma como um dos seus filhos, o Tomás, está a tornar-se uma pessoa realmente boa, mas ao mesmo tempo revela uma preocupação sobre o que o mundo lhe pode fazer, são uma delicia de ler.  

E mesmo com tudo isto não deixa de mostrar que apesar de ser um Pai a sério por vezes precisa de tempos para ele, para as suas coisas e para a sua vida. E em qualquer uma das facetas revela uma liberdade e uma independência de pensamento que me agrada sobejamente.

Um bom exemplo, um excelente escritor, e sem dúvida uma das minhas leituras obrigatórias da blogosfera.

Podem segui-lo em http://paisdequatro.blogs.sapo.pt/ entre outros sítios (http://joaomigueltavares.blogs.sapo.pt/ e o Público, e ver até no Governo Sombra) onde está não como Pai, pelo menos não tanto a tempo inteiro.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.